quinta-feira, 15 de março de 2012

MEGA HAIR - É mesmo essa beleza toda?


MEGA HAIR - É mesmo essa beleza toda?


(É muita tortura para o meu gosto!)


   Existem vários métodos, e posso dizer que já usei todos. Se fosse boa coisa eu recomendaria e continuaria usando. Mas há quem se atreva a insistir, e boa coisa não dá! 

     A ÚNICA VANTAGEM é que fica LINDO se bem colocado, fica realmente um cabelo de matar de inveja, com cara de bem tratado, sedoso, volumoso e etc, mas na verdade é só um fake, que logo que for retirado, vai murchar e virar um tufinho horroroso.

   Muitos profissionais que colocam mega hair, inventam outros nomes para o método que está fazendo, ou na falta da cola de queratina, usam cola quente ou cola de silicone, que vai se soltando toda em apenas algumas lavagens. Então, a partir disso já é hora de ser curiosa e ter certeza de que a profissional está mesmo utilizando a técnica e o produto correto.

   Vou falar aqui um pouco sobre tudo o que passei com a teimosia de querer ter os cabelos cheios e longos:


1º Mega de cola de queratina:

   1 - Uma quantidade bem maior de cabelos pesados será colado em cima de cabelos finos em pouca quantidade de fios. Ou seja, pesa e com isso já começa o processo de quebra dos cabelos.

   2 -Quando você coloca as mãos entre os fios para lavar o couro cabeludo, vai arrebentando e arrancando os fios que ficaram entrelaçados onde não deviam. Quem já usou sabe bem como é.

   3 - A cola de queratina que vai ser colocada no cabelo para fixar a mecha do mega, é colocada quente, ou seja, se o cabelo estiver sensibilizado ou a profissional deixar a cola esquentar demais, os fios vão fritar por baixo da cola, e quando você for tirar, vai perceber que está com frizz e pouquíssimo cabelo na cabeça.

   Quando lavar em casa sem o mega, você se sentirá careca e com extrema necessidade de cortar os cabelos que estão queimados e partindo, partindo e partindo por conta da cola que os fritou. Sem contar com a chapinha que tem que passar para disfarçar o degrau entre o seu cabelo e o cabelo do mega...

   A retirada (pode chorar): As mechas são retiradas com produtos a base de éter ou acetona. Pode até ser que a profissional te mostre um vidrinho lindo de produto importado e bla bla bla "próprio para isso", mas jura que alí dentro tem um produto de R$60,00 ao invés de um produto de R$1,60... né!? Hahaha!

   Recolocando: Se você não der um tempo para tratar do seu cabelo em casa, nunca vai notar que ele está super ralo, logo, as cabeleireiras sempre pedem para comprar mais cabelo, porque você estará com muito menos cabelo e ela não quer que a cliente perceba. Portanto, retirem o mega e digam que depois marcam para recolocar, e levem seus cabelos para casa, pois cabeleireiras que colocam mega hair são danadas para trocar cabelos (às vezes por engano), e sintam como está o seu cabelo sem o mega.
O resultado é que a pessoa fica com 1/4 de quantidade de cabelo que tinha acaba se tornando dependente de mega. Tem gente que nem tem coragem de voltar pra casa sem mega, pois sabe que é certeza de depressão pós mega hair.

   Conclusão: Por fim... cabelo ralo, queimado onde havia cola, partindo, quebrando horrores e não existe o que salve cabelos queimados pela cola de queratina. Só o famosissimo BANHO DE AÇO ou como diz uma amiga, Vitamina "T", de TESOURA! E daaaalhe reconstrução e tratamentos para o cabelo crescer sem mega e MUITA, mas MUITA paciência!


2º Mega de nó:

   Há quem diga que não mofa, mas mofa sim, e pra tirar o cheiro é um inferno! Toda vez que você lava os cabelos e passa os dedos entre os nós para lavar o couro cabeludo, sente os cabelos se soltando da cabeça, SEMPRE, desde a primeira lavagem.
Depois de 1 mês já cresceu um pouco, e quanto mais tempo com o mega na cabeça, mais louca pra esfregar a cabeça você ficará, porque nunca fica limpo direito, eu acho anti higiênico. Daí chega ao ponto que um nó embola no outro e vem o desespero, a pessoa começa a puxar para desunir um nó do outro e dalhe que arrebenta o cabelo pra cima dos nós. 


   No dia da retirada (decepção): É a coisa mais desesperadora do mundo se a cabeleireira deixar que você veja o tanto de cabelo com raíz que sai junto com o cabelo do mega. Na hora de lavar em casa o cabelo sem o mega, percebe-se que está com 1/3 da quantidade de cabelos que você tinha antes.
   Pior é quando vai crescendo, a pessoa vira o cebolinha, com o cabelo cheio de frizz, e dalhe paciência... e quando cresce dá pra notar que as pontas estão pobres e onde não colocou mais mega está lindo, daí dalhe tesoura. Logo, não existe dessa de colocar mega para deixar o cabelo crescer, porque logo logo vai ter que cortar para inteirar o estrago.

   Recomendo apenas para cabelo afro curto, que cortam o cabelo bem baixinho para ficar apenas com o cabelo do mega, os nós são amarrados nos pequenos tufos que ainda estão na cabeça.


3º Micro link:

   Incomoda, pode dar alergia em quem é sensível a metais (aconteceu comigo), fica alto e aparece (a não ser que o cabelo seja escuro e em muita quantidade para disfarçar). Solta horrores de fios. Foi uma boa invenção, mas tem que evoluir muito ainda para ser um metodo aceitável. Sem contar com a mesma ladainha de sempre de enfiar os dedos entre os aneizinhos para lavar e ir arrancando cabelos a cada lavagem. Decepção em perder o cabelo que a pessoa comprou (que não é barato), vergonha por estar com vários carocinhos na cabeça que aparecem muito, e alergia. Não recomendo.


4º Existem também os apliques:

   Que na minha opinião não são nada higiênicos (os que fíxam na cabeça), pois as tiras são tecidas com algum tipo de linha que absorve água, e aquela coisa fica ali, incomodando até que seque sozinha, pois não dá para mirar o secador ali esperando que aquela tira enorme e grossa seque, vai queimar a sua cabeça! As tiras mofam e ficam com cheiro de seborreia.

   Nas partes onde são fixadas na cabeça, acaba que o cabelo começa a falhar, e de tanto recolocar no mesmo lugar, a pessoa fica com falhas por onde o profissional costurou as telas. Depois que já não tem mais cabelo suficiente para segurar o peso das telas, o profissional que coloca o aplique, vai costurando em outras partes (onde ela vê que ainda vai dar para segurar as tiras), e acaba que a pessoa só vai ficando com cada vez menos cabelo e mais falhas por todo o couro cabeludo. 

5º Aplique Tic Tac:

   Escorrega, incomoda e aparece mesmo em quem tem muito cabelo. (Cheguei a tentar antes de fixar na cabeça como aplique, mas era tão descarado que fiquei com vergonha de usar).
 Os tic tacs são de metal, logo, em contato com o couro cabeludo, acaba que gera atrito do metal com o calor da cabeça, e pode ocasionar alergia (é quase certeza de alergia esse método para quem quer usar todos os dias).
   Já para quem quer usar só para eventos, tudo bem, é só deixar guardadinho e usar quando quiser! Mas para o dia a dia, não dá mesmo. 


   
Deve haver pessoas que se deram bem com alguma técnica de mega hair, mas até hoje, eu só passei e vi desastres. Só há excelentes resultados em cabelos escuros e permanentados, colocados em cabeças de cabelos crespos raspados. (muitas pessoas com os cabelos afro, passam maquina 3 e colocam cabelo liso ou cacheado de mega).  Nada contra, fica super lindo e natural se bem colocadinho!  

   Se já existem outros métodos que não sejam praticamente a mesma coisa desses que citei, e que sejam realmente bons, podem dar dicas e me informar sobre as novas técnicas. 

   Minha dica para quem tem os cabelos lisos e quer ter mais volume na cabeleira, é que NÃO USE MEGA HAIR! Vá à um Dermatologista e peça receita de shampoos específicos para tratamento do couro cabeludo e comece a tomar Pantogar ou Innéov Nutri-care de acordo com a orientação do seu médico. 

   Boa sorte, espero que tenham juízo com seus cabelos! 

   Super beijos,
   Ligia Porcelaine.

DEPILAÇÃO DEFINITIVA - LIVRE-SE DOS PELOS INDESEJADOS!


DEPILAÇÃO DEFINITIVA - LIVRE-SE DOS PELOS INDESEJADOS! 


(Imagem meramente ilustrativa)


   Olá pessoal! 

   Vejo muita gente por aí sofrendo com alergia a giletes, ceras e fica sem opção de como se depilar sem ficar cheia de feridinhas e pelos encravados. Há também quem não tem tempo de se depilar por causa da correria do dia a dia, e acaba que por fim os pelos estão crescidinhos nas axilas e acabam passando vergonha em alguma ocasião. Convenhamos, é bem constrangedor! 

   Eu tinha problemas com pelos encravados, chegavam a dar praticamente furúnculos, era horrível! Já não usava mais bikines, enfim, morria de vergonha. Mesmo com cera ou com gilete, seja lá qual fosse (eu tenho curso de depilação), não adiantava, eram pelos incravados nas pernas, virilha, axilas, e eu já não aguentava mais! 

   Procurei na internet por algo que pudesse me ajudar, e acabei passando a ter  o conhecimento de que já existia a "Depilação Definitiva". 

   Naquela época (2007 mais ou menos), não existiam muitas opções de clínicas que faziam o procedimento, então fiz na Clínica Mansur onde tem o ND Yag e o Alexandrite, um é para peles mais escuras, e o Alexandrite para peles claras. Ambos doem MUITO e demoraram cerca de 14 sessões para acabar com meus pelos. A sensação é de estarem queimando seus pelos de dentro para fora, e reza a lenda que o jato frio serve para aliviar a dor, mas não tem jeito, dói muito. Apesar de tanta dor, fiquei muito satisfeita com o resultado, que duraram 5 anos (sim, a depilação definitiva, independente do laser de diodo usado, tem que dar manutenção de 5 em 5 anos).

(Essa é a ponteira do Alexandrite)

   Hoje em dia existem muitas clínicas de confiança que trabalham com lasers mais avançados em Juiz de Fora, são lasers praticamente indolores perto dos que já usei (ND Yag e Alexandrite). 

   Já o Light Sheer é o laser de diodo mais procurado pelas mulheres e homens desde sempre, mas era dificílimo de encontrar em Juiz de Fora e em outras regiões também, e era muito caro, pois é o que surte melhor efeito em menos sessões, e é praticamente indolor, você sente só umas pinicadinhas, nada que uma mulher que já tenha feito depilação com cera não suporte, e é super rápido. 

(Essa fotinha é do Light Sheer portátil, o mais usado)

   Eu estou fazendo a manutenção na Clínica Vestha, quem me atende é o Dr. Geraldo. Ele é extremamente profissional e muito simpático, não tive problema algum em fazer as sessões com ele. Lá na Clínica Vestha é usado o Light Sheer, a quantidade de sessões que cada pessoa precisa é diferente, sem contar com as áreas também, pois cada área necessita de quantidades diferentes de sessões. Cada região tem, um valor diferente, isso deve ser visto no dia da avaliação com o médico. Existem peles que não podem se submeter ao tratamento, peles escuras podem ficar manchadas, mas na dúvida, é melhor consultar o especialista antes de perder as esperanças ou de fazer em qualquer clínica e ficar cheia de manchas! CUIDADO!

(Esse é o Light Sheer Duet)


   Tem também uma segunda versão que dizem ser uma versão melhorada do Light Sheer, que é o Light Sheer Duet. O Light Sheer Duet só é mais vantajoso pois dizem que é indolor, mas eu não sentí diferença alguma. A dorzinha é pouca que nem com o Light Sheer normal. Não achei vantagem, e tem clínica que cobra mais caro prometendo que o procedimento será indolor. 


   Hoje em dia o valor da depilação a laser com o Light Sheer ou com outros lasers, já está bem mais acessível que em 2007, e eu garanto que compensa muito não ficar com as axilas manchadas, com pelos esperando por serem depilados, com pelos encravados, manchas vermelhas por causa de alergias e etc. A pele fica lisinha, livre daquelas manchas escuras de pelo raspado (que nem barba de homem quando raspa, sabe?), e o melhor de tudo, livre de pelos por cerca de 5 anos!!! Eu faço e recomendo que todas as pessoas façam e fiquem livres dos pelos encravados, pelos no rosto e pelos em lugares que te incomodam.

   Quando decide crescer algum pelinho onde foi feita a depilação definitiva (antes de 4 anos), é só raspar que não vai encravar, pois o pelo está muito fino, e demora a crescer, nunca mais vai ser como antes! Relaxem! 

   Os lasers que conheço e sei que surtem efeito, são os que citei e o laser Soprano também, mas este eu ainda não testei, não posso falar nada sobre ele, mas algumas amigas minhas que fizeram, dizem que dói bastante.

   Existem uns anúncios de "depilação definitiva" baratinhos que são anunciados por todos os cantos por preços bem convidativos, mas estes não são para depilação definitiva, seria a "foto depilação", que dói o mesmo tanto que a depilação definitiva, necessitam de muitas sessões até que os pelos afinem ou sumam, e a manutenção não é de 5 em 5 anos, é uma vez por ano, então não creio que compense, ainda mais que o preço das sessões com lasers de diodo (para depilação "definitiva") caíram tanto de 2010 para a frente.

   Qualquer dúvida, podem perguntar! 


   Espero que tenham gostado dessa dica, garanto que é das boas! 

   Super beijos,
   Ligia Porcelaine.

quarta-feira, 14 de março de 2012

Cabelo alisado - Posso pintar ou fazer mechas?

Cabelos Alisados - Posso pintar ou fazer mechas?

   Oi pessoal! 

   Então, hoje eu decidi fazer um post para o pessoal que alisa ou já alisou os cabelo e quer mudar a cor dos mesmos. 



   Muita, mas muuuita gente acaba pintando de preto, pois a maioria dos cabeleireiros dizem que se mudar a cor dos cabelos para um tom mais claro ou fazer mechas, o cabelo vai quebrar. Então para meio que "obrigar a cliente a ficar com o cabelo sempre da mesma cor, passa logo preto, pois nenhuma tinta pega em cima de preto. Mais para a frente vou  falar sobre um produto que remove colorações mais escures indesejadas dos cabelos para poder mudar a tonalidade, aguardem e não detruam seus cabelos com a decapagem (descolorante)!  

   O fato é que, muitos cabeleireiros tem preguiça de explicar que cabelo alisado só pode ser pintado com água oxigenada de volumagem baixa, 10 ou 20vol, ou se a pessoa quiser escuro, melhor ainda, é só usar um bom tonalizante. Ou então eles morrem de medo de passar outra cor no cabelo alisado, e deixam preto básico mesmo.  

   Pode pintar até de louro, desde que seja um louro não tão clarinho, no máximo um Louro Médio (7.0) de boa marca profissional (Majirel, Color Perfect, Evolution, Matrix, Igora) para não ficar artificial e não arriscar pegar uma coloração muito forte, se não, não há cabelo que aguente! Colorações super claríssimas, só para cabelos virgens mesmo, fora isso, é mancha, quebra... não vale a pena correr esse risco para depois ter que escurecer para disfarçar as imperfeições por causa da quebra. 

   "E descolorante, pode?". Existem descolorante sem amônia no mercado, que são exatamente para quem tem alisamento nos cabelos, seja escova definitiva, alisamento com amônia,. guanidina ou hidróxido. Mas procurem uma boa marca (L'oreal, Alfaparf, Tec Italy e etc), e a água oxigenada estabilizada (sempre usem água oxigenada estabilizada) não pode passar de 20 volumes. Então ou você usa a oxigenada de 10vol. ou a de 20vol com o pó descolorante de boa marca profissional (BLONDOR NÃO), e mesmo assim vai correr o risco de ficarem mechas não tão claras (mel ou caramelo) e emborrachadas, ou pode até mesmo acontecer de quebrar os cabelos. Se usar tudo direitinho, com o tempo certo de pausa, e o trabalho for feito por uma pessoa boa de mão (que realmente saiba fazer mechas), vai dar tudo certo, só não posso garantir a cor das mechas, o tom palha é bem complicado nessas condições.


   Vou dar alguns exemplos de descolorantes que recomendo para as pessoas de cabelos com alisamento usarem para fazer suas mechas sem medo, e nem venham reclamar que o produto é caro, pq o barato de R$1,00 que você acha na farmácia, vai acabar resultando em "bololô", e aí sim vc vai ter que gastar dinheiro com o cabelo que ficou todo danificado. Sem contar que como são produtos profissionais, rendem bastantes retoques de mechas, só o Majiblond que não rende, e por ser pouca quantidade (talvez dê para somente 1 aplicação), é mais barato.


O Platinium sem amônia (L'oreal), é um excelente exemplo de descolorante bom para cabelos que necessitam de um produto mais suave. Ele é em pasta, e nele precisa ser misturada a água oxigenada (revelador) da mesma linha. Os descolorantes em pasta costumam proteger mais a estrutura dos fios.



O DecoArt da Tec Italy também é um descolorante em pasta, que por respeitar muito a integridade do fio, demora muito mais que outros descolorantes a fazer efeito, mas esse eu garanto que não quebra o cabelo. Depois dos 40min de pausa que a pessoa vai começar a ver que ele está fazendo efeito, e lá para 1hr e 20min o efeito já vai aparecer melhor. Dentro da caixinha vão 2 tubos, um é a pasta descolorante pura que é super forte, e o outro é o tubo com o protetor dos fios que deve ser misturado no tudo de descolorante puro e depois misturado com a água oxigenada da Tec Italy. 




O Majimeches (L'oreal) é mais famoso, mas ele é o que mais notei ressecamento, e ele é o descolorante sem amônia que menos abre tons. Vai um sachê de pó descolorante e um tubo de "creme protetor". Mistura-se os dois e adiciona a água oxigenada da L'oreal de 10 ou 20vol. (melhor usar a de 20vol, pois ele abre muito poucos tons). 


   Pessoalmente, não acho mechas em cabelos alisado bonitas, ficam bem estranhas, parece que onde tem as mechas o cabelo não tem a mesma textura de onde não tem mechas. Mas... tem quem goste! Respeito, e por isso tô aqui dando a dica de como fazer sem correr tantos riscos.   


   O certo é fazer um teste de mecha antes de realizar qualquer procedimento em um cabelo já cheio de química, ainda mais alisamento. 


   Tem cabeleireiro que tenta fazer mechas com tinta, mas não funciona muito bem, até por que só abre o tom até onde o calor do couro cabeludo vai, aí só a raizinha que fica loura, o resto só dá uma leve desbotada. Resultado: Cabelos manchados. Nem tente essa de fazer mechas com tinta, pois vai precisar de água oxigenada de maior volumagem, vai danificar o cabelo e não vai dar o resultado esperado, só a raiz vai ficar clara.


   Moral da história: Você que alisou os cabelos com amônia, guanidina ou hidróxido, não tem que pintar os cabelos de preto, pode ousar desde que tenha juízo e condições de comprar bons produtos para o seu cabeleireiro de confiança aplicar para você, e não caia na lábia de fazer com o pó descolorante que o cabeleireiro tem no salão, pq muitas vezes eles enchem o pote de produto importado com um descolorante Yamá da vida de R$2,00 o kg. (Descolorante da Yamá é péssimo, ainda mais o sem amônia).

   Enfim... espero que tenham entendido e compreendido! Cuidem com muito carinho de seus cabelos, pq o barato pode saír caro, e a confiança que você tem no seu cabeleireiro, não deve ser a mesma que você tem nos produtos deles, fiquem sempre de pé atrás e elevem seus produtos, garanto que eu sempre indico o melhor para vocês não se darem mal! 

   Quem não encontrar os descolorantes que citei, eu trabalho com o DecoArt da Tec Italy, então entrem em contato por email: ligia85jf@yahoo.com.br

   Super beijos,
   Ligia Porcelaine.

terça-feira, 13 de março de 2012

PROGRESSIVA X DEFINITIVA

Cuidado com o nome que os salões inventam   encarecerem ou ficarem mais práticos os procedimentos





   Oi pessoal! 

   Essa vai para quem faz escova definitiva ou progressiva correndo os riscos de trocarem de salão e serem enganados. 

   Muita gente, depois de ver que o formol não só faz milagre, mas que também faz mal à saúde podendo causar câncer, calvície de tanto que caem os cabelos ao longo do tempo, sérias alergias e o excesso de queratina (já escrevi sobre o excesso de queratina, vide o post Excesso de Queratina para relembrar.), acabaram aderindo a "antiga" técnica chamada Escova Definitiva, que não leva formol.


   A Escova Definitiva é à base de Tioglicolato de Amônia, e até agora, a original é essa, onde se passa o creme de Tioglicolato de Amônia (aquele que tem um cheirinho ruim), aguarda o tempo de pausa, enxágua com água morna (mais para quente para retirar bem o produto), é borrifado um spray de proteínas e em seguida faz-se escova e chapinha em mechas bem finas para não correr riscos de ficar um trabalho mal feito. Neutraliza-se o cabelo chapado durante a pausa que se pede para o produto que a pessoa está usando, enxágua e em seguida é sempre bom finalizar um uma hidratação e escova para estabilizar o pH dos cabelos com ele bem alinhado nas tal da pausa dos 3 dias (é o tempo que leva para o cabelo estabilizar). 

   Os únicos produtos que realmente são profissionais e que são para este fim, são: Opti smooth care da Matrix (bisnaga azul), X-Tenso da L'oreal e o Wellastrat da Wella, todos profissionais. Foras estes, eu não tentaria outro produto. 
   
   O procedimento é demorado, podendo chegar até 6hs de trabalho sem pausa, mas isso vai depender da quantidade, tipo e tamanho do cabelo da pessoa, por isso o procedimento costuma ser caro, pois é muito trabalhoso. 


   A definitiva é isso aí que expliquei, nada de formol, é à base de relaxamento (Tioglicolato de Amônia) e muitas vezes não é indicado para cabelos com mechas por causa da incompatibilidade de químicas

   Quem tem luzes tem que ter muita cautela antes de decidir fazer um alisamento que vai acabar resultando em insatisfação, pois os cabelos descoloridos costumam emborrachar e ficam como palha, muito difíceis de tratar. Então, se for assim, melhor se matar na escova e chapinha do que gastar horrores com algo que só vai piorar a situação! 
   
   Pessoalmente não recomendo nem os alisamentos mais "lights" que dizem que foram formulados para quem tem mechas e etc, nunca vi um resultado bom (só uma amiga que mora looonge, que usa alisamento à base de monoetanolamina (ela faz o mesmo procedimento da definitiva) e faz as mechas lindas dela com um bom pó descolorante com ox de 10vol). Para alguns, funciona e não da a maldita incompatibilidade, mas a maioria fica terrível. Tem que fazer os testes de mechas antes para tomar essa decisão e tem que tem dinheiro para manter o cabelo bem tratado e sem perigo de quebrar.


   Existem salões que estão chamando relaxamento seguido de progressiva de "Selagem" ou de Escova Definitiva ou até de Escova Progressiva, coisa do tipo. Eles primeiro usam um produto muito baratinho à base de Hidróxido de Sódio, e em seguida fazem uma progressiva com formol. O Hidróxido de Sódio é uma base muito forte de relaxamento que age muito rapidamente, então eles falam que é um creminho que tem que passar antes da progressiva e em 5 minutos já enxáguam. É só terminar de passar super rápido e lavar. O cabelo fica muito liso, bem espichado, e até mesmo cabelos que antes era brilhantes e ondulados, ficam com cara de cabelos crespos que foram alisados descaradamente. Não fica nada natural esse procedimento, sem contar que com o passar do tempo, a progressiva vai saindo e fica somente o alisamento de Hidróxido de Sódio, ninguém aguenta fica com o cabelo daquele jeito, daí corre para o salão, retocam a raiz do cliente com o "creminho" e repetem todo o procedimento de Escova Progressiva com formol no cabelo todo. 

   Nisso, o cabelo já está dependente das progressivas e em breve estará saturado de queratina, pois toda progressiva é cheia de queratina e proteínas. Aí vem toda a dor de cabeça do Excesso de Queratina (vide o post Excesso de Queratina).

   Aí você lê o post sobre excesso de queratina e vê se é isso que você deseja para os seus cabelos! rs! Só TESOURA resolve! Fiquem espertas com isso, pois a modinha de que a queratina só faz bem, já se foi há tempos! E tudo em demasia acaba fazendo mal. 


   Aí tem também o procedimento da Escova Progressiva sozinha, que é à base de formol. O cabeleireiro sem perguntar nada sobre o seu cabelo, já vai lavando seus cabelos com um shampoo anti resíduos, seca um pouco e passa o produto riquíssimo em queratina ultra pesada e formol. Em seguida, sem enxaguar, faz escova e chapinha, e diz para você lavar depois de 3 dias (haja dor de cabeça). 

   Cabelo virgem não pode fazer, pois como os cabelos estão com a queratina praticamente intacta, não surtirá efeito de cabelo mais alinhado, e talvez já de primeira, o cabelo sature de queratina. Já os cabelos cheios de químicas que já estão acostumados com a Escova Progressiva ou Escova Inteligente (são a mesma coisa, só muda o tempo que você vai ficar com o produto nos cabelos), essa beleza toda do seu cabelo um dia vai virar um bololô por causa do danado do excesso de queratina, e você vai passar a ter pouco cabelo, pois a progressiva faz cair muito cabelo todos os dias, isso ninguém pode negar, é fora do normal!


   Então pessoal, a moral da história é que vocês devem ser curiosas e perguntarem o que vão passar nos seus cabelos, pois a tal da escova que fazem com base de Hidróxido de Sódio, dá incompatibilidade com a Escova Definitiva que na verdade é feita com outra base, e o cabelo se parte todo, aí o jeito é chorar! 

   Pensem direitinho se vocês acham mesmo que as escovas com formol são mais vantajosas do que a escova definitiva, pois nesse caso, o barato sai caro de verdade. Melhor fazer o procedimento de Escova Definitiva e retocar de 6 em 6 meses sem ter que usar nada de formol ou queratina.   


   Super beijos,
   Ligia Porcelaine.

domingo, 11 de março de 2012

Alisamento capilar - Incompatibilidade de químicas

Alisamento capilar - Será que eu posso?



   Algumas pessoas fazem relaxamento em casa com o produto que está mais barato no mercado, sem saber qual a base que foi utilizada anteriormente.

   Ouço e leio MUITAS reclamações de cabelo que caiu, cabelo que ficou elástico e emborrachado, que está quebrando muito, feio... enfim, pessoas que se arrependeram amargamente por terem passado algo que não sabiam que não podiam passar em seus cabelos!

   Existem 3 químicas de base de relaxamento mais conhecidas e mais vendidas no mercado,Tioglicolato de Amônia, Guanidina e Hidróxido de Sódio. Todas estas químicas são incompatíveis umas com as outras, portanto, se da última vez você usou "X", não use "Y", pois causará quebra dos fios!

   Outra coisa, pessoas que fazem escova definitiva e relaxamento em salão,  tem que ficar atentas ao produto que o cabeleireito vai passar nos cabelos, porque tem que ser a mesma base que foi usada da ultima vez, se não é "TCHAU CABELO!".

   Vejo muitos "profissionais" dizendo que estão fazendo progressiva ou escova definitiva de nova tecnologia sem formol, mas na verdade é relaxamento de Hidróxido seguido de cauterização com um pouco de formol (progressiva), então CUIDADO!

   Então pessoal, não importa o produto que você utiliza, se é caro ou se é barato (é claro que existem os melhores e eu poderia recomendar), o que importa é que vocês TEM que saber o que pode ou não ser levado ao seu cabelo, até por que o cabeleireiro vai usar o que ele tem lá, não vai comprar outro pote de química diferente só por sua causa, e muitas vezes eles não trabalham com mais de uma base.

   Quem tem coloração loura claríssima ou descolorante nos cabelos, NÃO PODE FAZER alisamento, pode fazer progressiva com formol, pois essa pode até em cabelo com henê.

   Não acreditem que loiras mechadas podem fazer escova definitiva da marca "nova" que lançaram no mercado, passado um tempo o cabelo começa a partir ou fica igual palha, aí tem que correr para a progressiva com formol, que é a única coisa que salva! 
   Cabelos só com coloração loira com oxigenada acima de 20vol, também não podem nem sonhar em encostar relaxamento nos cabelos (escova definitiva também é relaxamento, a base é Tioglicolato de Amônia).

   As vezes o cabelo não arrebenta na hora do teste, mas depois que  é feito o procedimento o cabelo arma, começa a quebrar, vira chicletes, aí vem a tormenta! Melhor não arriscar!

   Então é isso pessoal, estudem sobre a base do que será usado, peçam para ler a composição e ver o pote do do produto que vão usar em seus cabelos, seja em casa ou no salão! As vezes fazer em casa com a ajuda de uma amiga é até melhor, porque você vai sempre usar o mesmo produto, vai contar o tempo certinho, etc. Mas tem que saber aplicar direitinho, nada de passar no couro cabeludo. Cuidado aí! 
  Mas é claro que há cabelos que conseguiram driblar a teoria! Toda regra tem sua exceção!
   Só que não vale a pena arriscar quando o assunto são nossos cabelos, não é!?

   Boa sorte!



   Super beijos,
   Ligia Porcelaine